Segunda Vez

(Rafael Pompeu)

Tente esquecer,
os maus do passado
Mas não deixe tudo assim
Jogado de lado
Bem que eu te falei
Já foi avisado
Não dá pra separar
O certo do errado

Por mais que pareça impossível
Sempre há segunda vez
Parapá parapapá

Tente esquecer,
o que está acabado
Tudo tem seu final
Até o pecado

Não fique assim
Lembrando o passado
Quem não se adianta
Vive atrasado

Por mais que pareça impossível
Sempre há segunda vez