Não Se Venda

(Rafael Pompeu)

Já vi orgias demais, noite a dentro
Adormeci e acordei num convento
Se existe um problema, inventam uma emenda
Com tanta corrupção não há quem não se venda

Você só sabe aquilo que querem falar
E não é hoje a noite que isso vai mudar

Sonhei ter uma casa, era ilusão
Meus pés descalços agora só tocam o chão
Violência é a solução pra baixa renda
Com tanto crime assim, não há quem não se venda

Você só sabe aquilo que querem falar
E não é hoje a noite que isso vai mudar

Há sempre um problema, um ponto a resolver
Mas isso não cabe a mim e nem a você
Violência é a solução pra baixa renda
Com tanto crime assim, não há quem não se venda

Você só sabe aquilo que querem falar
E não é hoje a noite que isso vai mudar

Não há quem não se venda
Não há quem não se renda